Buscar
A-
A
A+
Tamanho da Fonte
print Imprimir
personEnviar para um amigo

Compartilhe com um amigo:

clear
Ops! Verifique os campos destacados acima.
COMPARTILHAR

08/11/2017

Guarda Municipal recebe armas não letais

A Guarda Municipal da Estância Turística de Santa Fé do Sul (SP) recebeu três pistolas spark Z 2.0, não letais de eletrochoque, para reforçar o trabalho de fiscalização do patrimônio público, segurança dos cidadãos e também do trânsito na cidade.

Servidores da Guarda passarão por duas etapas antes de utilizarem os equipamentos, na primeira etapa por médico e psicólogo, e na segunda etapa por treinamento e capacitação para uso do equipamento com o instrutor João Luiz Flausino, também Guarda Civil Municipal que já está autorizado a fazer uso do equipamento. Os equipamentos incapacitantes podem ser utilizados pela GCM, de acordo com a Lei Federal n° 13.022/2014.

João Luiz explicou que durante o treinamento os servidores passarão pela parte de sensibilização, recebendo o disparo no próprio corpo para sentir o efeito do dispositivo.

O prefeito Ademir Maschio disse que o Governo tem trabalhado para dar autonomia para Guarda Municipal. “A cada dia a Guarda Municipal ganha mais o respeito da população, peço que todo trabalho seja feito com muita responsabilidade, este é mais um meio de garantir a segurança das pessoas e dos próprios servidores da GCM”, disse Ademir.

Na oportunidade, Ademir fez o compromisso de adquirir em 2018 duas novas viaturas equipadas e mais três pistolas spark Z 2.0.

O comandante da Guarda Municipal Everson Merighi Pinha disse que o uso do dispositivo irá trazer mais segurança à população e também aos servidores da corporação. “Agradeço o prefeito Ademir, que apesar das dificuldades econômicas do país e do nosso município, tem olhado e atendido as necessidades da Guarda”.   

A Spark é um dispositivo elétrico incapacitante, com alcance de até oito metros e 50 mil watts, que emite pulsos elétricos que atuam sobre o sistema neuromuscular, causando desorientação, fortes contrações musculares e queda do indivíduo, permitindo a incapacitação temporária do agressor. Dispõe de comandos de acionamento ambidestro e sistema de ejeção automática do cartucho. O disparo é realizado através do acionamento do gatilho de ação progressiva que, ao ser pressionado, permite que o dispositivo emita pulsos elétricos por um período de 5 segundos.