Buscar
print Imprimir
personEnviar para um amigo

Compartilhe com um amigo:

clear
Ops! Verifique os campos destacados acima.
COMPARTILHAR

24/01/2020

Biólogo Sanitarista faz visita técnica para avaliar água de Santa Fé do Sul, sugere ação e confirma qualidade

O prefeito da Estância Turística de Santa Fé do Sul (SP), Ademir Maschio, o superintendente do Serviço Autônomo de Água e Esgoto – Saae Ambiental, Armando Rossafa, e o chefe da Estação de Tratamento de Água - ETA, Roberto Carlos de Mello, receberam nesta sexta-feira (24) o biólogo sanitarista, Eduardo Henrique Keller, durante visita técnica na cidade.

Keller, que é biólogo sanitarista com pós-graduação pela Faculdade de Saúde de Pública de São Paulo e tem 20 anos de experiência com saneamento, fez uma visita ao Saae para uma avaliação da água e logo confirmou a questão.

O técnico explicou que a seca atípica de 2019 fez com que a Represa de Abastecimento de Água do município ficasse com apenas 30% de sua capacidade, causando assim uma mudança na água, que mesmo após tratada, teve uma reação ocasionando a mudança de cor, mas que continua adequada para consumo.

“O maior problema é quando você tem uma seca anormal, pois tem uma redução drástica do volume de captação, em seguida concentra e começa a puxar a parte inferior da represa e essa parte logicamente tem matéria orgânica, que muitas vezes está ligada com o ferro ou com o manganês”, explicou o biólogo Keller.

A sugestão imediata abordada por Keller é aumentar o potencial de oxidação da água, ação que já está sendo desenvolvida pelo Saae. “Vim para ver a linha de conduta que estão tomando e está correta, que é aumentar o potencial de oxidação colocando mais dióxido de cloro, ou outra alternativa que aumenta o potencial de oxidação, como o ozônio, e dar possíveis soluções rápidas”, destacou.

Segundo o Superintendente Armando, algumas medidas já foram adotas pelo Saae como a lavagem de todos os Reservatórios de água, troca dos leitos filtrantes, análise de hora em hora na Estação de Tratamento de Água (ETA), Coleta e análise da água no Adolfo Lutz, esgotamento de água nos cavaletes das residências que acionam o Saae. “Apesar de todas as nossas medidas, ainda houve alteração na coloração da água, a visita do biólogo nos trouxe mais garantias que estamos fazendo o correto e o necessário para resolver essa questão. Contudo, voltamos a afirmar que a nossa água continua adequada para consumo e de boa qualidade”, ressaltou Armando.

Links Úteis
+ Notícias ver mais >